Relação técnica com a sua Gráfica

0
432

Nem tudo que se cria para o ramo gráfico pode ser reproduzido! Ando escutando muitos professores do SENAI dizendo que:

Há um sério problema com o pessoal de agência, as vezes eles trazem materiais que não podem ser reproduzidos. Podemos ter o maquinário mais avançado para impressão em Rotogravura, Flexografia, Off-set,  sistema para montagem de facas de acabamento cartotécnico mais preciso, mesmo assim é impossível reproduzir o material em questão, e infelizmente isso acaba fazendo com que todos percam tempo … ”

Como tempo é algo que não pode ser jogado fora – O Tempo significa o Yin e o Yang, a mudança das estações – o que podemos fazer para melhorar esta relação?

 

cmyk-print1

Mantenha uma relação técnica com a Gráfica

Assim como dominar teoria e programas, dominar as máquinas e os sistemas de impressão é importante – Conheça a si mesmo e ao inimigo e, em cem batalhas, você nunca correrá perigo-.

Você não precisa saber operar a máquina com maestria, mas ter conhecimento sobre ela para prever suas mudanças ajuda bastante.

Saia do computador e vá para o chão de fábrica veja como a máquina opera, conheça todas as variáveis.

Converse com o impressor, essa pessoa pode até não ter o conhecimento técnico teórico, mas ele sabe como a máquina funciona, a sua convivência com o equipamento lhe deu uma visão diferenciada que talvez a teoria não possa dar.

Ele sabe que determinada forma em determinado sistema de impressão não fica legal, que a cor X é de difícil reprodução naquela máquina em especial, que determinado papel fica ruim com determinada tinta … são conhecimentos que eles aprenderam na “raça”.

A única constante dentro de Off-set são suas variáveis, você prepara a máquina para imprimir um material, está tudo certo; dez minutos que você parou para um café a máquina já não está mais da mesma forma. A temperatura mudou, a umidade do ar mudou … qualquer coisa pode influenciar. Então imagine quantas mudanças podem ocorrer!

 

Impressora-off-set-de-4-cores

E isso é só um exemplo pequeno, de apenas um sistema de impressão, variáveis, diferenças temos em todos os sistemas.

Um exemplo bobo, mas que pode acontecer:

Você quer fazer uma impressão em  papelão ondulado, você se programa para imprimir Off-set, porém, papelão ondulado só pode ser impresso em flexografia, se você imprimir em Off-set ele irá sofrer deformação. Por quê em flexo? O clichê de fotopolímero da flexografia te permite controlar a densidade do relevo garantindo uma “maciez” na pressão contra o suporte, logo ele não sofre deformação.

Uma simples conversa com a gráfica resolveria isso.

E um dos principais erros acontecem em materiais cartotécnicos. No arquivo está tudo bonitinho, mas na hora de montar a faca para o acabamento não bate!

Quando você entender como tudo funciona você produz melhor.

Não tenha medo de chegar e dizer:

Olha, seu Zé, eu estou com essa ideia de impresso será que conseguimos rodar em Off-set? Será que na hora do acabamento não vai dar erro?

É muito importante você manter uma relação técnica com a sua gráfica não é algo complexo, é simples! Basta apenas você conversar, é uma verdadeira troca de conhecimentos.

RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES GRÁTIS
Enviamos nossos novos posts por e-mail para que você não perca nenhuma novidade!