O design de Sun Tzu: Avaliações

0
713

Considerada o maior tratado militar feito na história humana, A Arte da Guerra trata de forma simples os aspectos básicos de uma guerra, partindo de uma linha de raciocínio nunca antes vista, seu autor, Sun Tzu conseguiu o inimaginável, resolver qualquer situação de batalha por meio da lógica.

Todas as situações que vivemos exigem planejamento, estratégia, então, por que não aplicar essa estratégia de guerra ensinada por um dos maiores estrategistas do mundo no Design?

“A guerra é de vital importância para a nação.”

Para começar, iremos analisar o 1° Capítulo do livro, Avaliações, o objetivo não é criar uma única maneira de pensamento, e sim várias formas de conclusão e raciocínio.

Antes vamos entender um pouco sobre a história do livro e do autor.

A Arte da Guerra

Arte da guerra de Sun Tzu (“Sunzi Bingfa” em chinês) foi escrita em tábuas de bambu no período dos Estados combatentes, época caótica, a onde os sete reinos mais poderosos da China – Qi, Qin, Chu, Zhao, Han, Yen e Wei – combatiam para ocupar o lugar dos Zhou, casa dinástica que se encontrava em total declínio.

A obra é composta por treze capítulos:

  • Avaliações
  • O Combate
  • Estratégia de Ataque
  • Preparação
  • Propensão
  • O cheio e o Vazio
  • Manobras
  • As Nove Mudanças
  • Sobre a Movimentação
  • O terreno
  • Os Nove Territórios
  • Ataque com Fogo
  • O Uso de Espiões

Cada capítulo trata aspectos diferentes da guerra com uma abordagem sábia e direta.

Atualmente a obra de Sun Tzu é considerada como o “Guru do mundo dos negócios”, pois seus ensinamentos são extremamente adaptáveis.

Quem foi Sun Tzu?

Sua origem é muita discutida, pois a documentação sobre sua vida é bem escassa, e divide a opinião dos pesquisadores se de fato ele teria existido, ou até mesmo, se de fato ele teria escrito A Arte da Guerra.

Há um documento que cita uma breve biografia, mas, ainda muito escassa, é o “Registros Históricos de Sima Qian” – “Shiji Sima Qian” – onde é citado que Sun Tzu teria vivido em torno do século VI a.C. apenas.

Avaliações

Tudo se baseia na análise, apenas com o pensamento autocrítico podemos planejar, por conta disto, devemos sempre indagar. O que? Por quê? Como? Onde?

Para conhecer o desfecho de uma guerra devemos ter noções sobre cinco coisas segundo Sun Tzu, primeiro, o caminho; segundo, o tempo; terceiro, o terreno; quarto, a liderança e quinto as regras.

Em suas palavras:

“O caminho significa aquilo que faz com que o povo esteja em harmonia com seu governante, seguindo-o onde for, sem temer o perigo, a vida ou a morte.

O Tempo significa o Yin e o Yang, a mudança das estações.

O Terreno significa as distâncias, a facilidade de movimento, os espaços abertos ou fechados, a possibilidade de sobreviver.

A Liderança deve conter sabedoria, sinceridade, humanismo, coragem e disciplina.”

O que faz com que um design seja eficiente é o caminho que o designer segue, tudo deve estar em harmonia com seu objetivo, o seu projeto. Todo designer deve procurar adicionar um ideal ao seu trabalho, traçando metas que sempre devem ser superadas. Quando o Design está em total harmonia com o Designer, este terá amplo domínio sobre o Caminho.

Ter domínio sobre o fator tempo é importante para saber com precisão a hora correta de executar suas ações, e acabar não se perdendo em meio ao caos, para isso, calcular o tempo segundo por segundo é vital para se obter eficiência no projeto.

Para dominar o “terreno” o designer deve ter uma base teórica e prática sólida, é impossível “se movimentar” sem saber “como andar” .

Liderança é saber como lidar com situações, tanto favoráveis como adversas, sabendo como usar cada uma ao seu favor, para isso é preciso sabedoria para pensar e ponderar, sinceridade para auto-avaliar, humanismo para não perder sua essência, coragem para arriscar e disciplina para agir.

Tendo o domínio dos quatro fatores citados anteriormente você terá poder sobre as Regras, são as influências do caminho, do tempo, do terreno, da sua liderança junto com as regras impostas pelo ambiente externo.

Com base nesses conhecimentos básicos comece a indagar.

Qual é o seu caminho?
Você domina o seu tempo?
Você aproveita o terreno?
Você sabe Liderar?
Você joga de acordo com as Regras?

As repostas destas levará ao planejamento lógico e ponderado, podendo ser usado para “criar o sentido do projeto em questão”, não é algo exato, pois cada ensinamento se aplica a milhares de situações.

Sun Tzu disse:

“Se as avaliações indicam a vitória, é porque foram feitas de modo apropriado e mostram que suas forças são maiores que do inimigo; se as avaliações indicam a derrota, é porque são desfavoráveis e mostram que suas forças são inferiores a do inimigo. Com bons cálculos, se pode vencer; com poucos, não; quem não os fizer, não tem a mínima chance. Quem faz corretamente as avaliações verá o resultado surgir com clareza.”

Use estes ensinamentos adaptando ao seu cotidiano e você notará uma diferença no seu modo de pensar, nas suas ações, e até no modo de criar.

 

Autor: Matheus Conti Rocha

RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES GRÁTIS
Enviamos nossos novos posts por e-mail para que você não perca nenhuma novidade!